domingo, 30 de janeiro de 2011

LAR DOCE LAR!

Aaahhh! Lar, doce lar!
E sonhando. Sonhando com a manifestação do reino de Deus na minha vida, minha cidade e na nossa nação. Arrependimento, transformação de vidas, lares, empresas, escolas…cura, libertação, ressurreição de mortos e muito mais.

Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, então, sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos; porque toda a terra é minha; vós me sereis reino de sacerdotes e nação santa. São estas as palavras que falarás aos filhos das "cidades" Exodo 19.5-6
Porque substitui “Israel” por “Cidades”?
Que importância tem isso? Que importância teve isso para Israel?
Que importância pode ter isso para as cidades brasileira? Para a igreja brasileira?
O valor dessas palavras se encontra na compreensão de profecias e revelações.
“Não havendo profecia, o povo perece; porém o que guarda a lei, esse é bem-aventurado.” Pv 29.18
Profecias existem por causa do pecado e seu efeito na vida do ser humano: morte. Morte física, morte espiritual, enfermidade física, espiritual, emocional, psicológica, etc. O pecado gera surdez, cegueira, insensibilidade, e indiferença em relação a Deus e Seus caminhos, Seus estatutos e Seus juízos.
A pessoa, a cidade e a nação que não tem a “visão” de Deus perece e se corrompe porque o pecado gera morte e corrupção. “Sem profecia, o povo perece.” Sem profecia o que vive no estado de pecado não enxerga, não sonha, não percebe, não imagina algo que possa gerar mudança e transformação.
Sem profecia, o povo continua num redemoinho de corrupção, morte, destruição e perda.
Deus-Pai fez para si um povo: a humanidade. Para Deus uma “propriedade peculiar”, a única feita à Sua imagem e semelhança. Escolhida por Ele para “reinar” na terra, pois Deus lhe deu “domínio” na terra. Escolhida por Ele para servir e andar com Ele como sacerdote. Feito por Ele para ser santo.
As palavras que Deus falou a Moisés ecoam a profecia de nação em nação, de geração em geração.
Somos “escolhidos” por Jesus. Podemos observar que o “evangelho/boas novas” profetizam sobre nós. A base de toda a profecia será o que está escrita na palavra. E essa base profética perdura de geração em geração. O evangelho profetiza uma nova visão, um novo conceito, um novo sonho de Deus para as nossas vidas.
Mike Shea Casa de Davi

Estou Relatando este texto, pois alguns anos atrás, longe dos caminhos do Senhor, recebo uma ministração semelhante. Os anos se passaram e em breve em nome de Jesus estaremos ministrando em sua cidade, este será o ano da conquista, o ano da restituição da sua família; creia! Jesus não desiste de você!



“Eu sei os planos que tenho para vocês, diz o Senhor…” (Jeremias 29.11)


Sonhos são exclusivamente humanos. Deus não sonha: faz planos. E Ele tem planos para todos.
Casados para Sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário