segunda-feira, 15 de agosto de 2011

QUAL É O SEGREDO DA FORÇA?



O profeta Isaías pronuncia um ai sobre Israel: "Ai dos filhos rebeldes, diz o Senhor" (Isaías 30:1). A palavra hebraica para "ai" aqui significa sofrimento profundo e dor. O que tinha feito o povo de Deus para magoá-Lo tão profundamente? E por que Ele o chamou rebelde? Afinal de contas, eles não eram pagãos - eram Seu próprio povo. Que pecado tão terrível cometeram para que os chamasse de rebeldes?
A palavra que Isaías utiliza neste verso para referir-se à rebelião significa retrocesso, teimosia, desvio. Do que exatamente se desviou o povo de Deus? E o que aconteceu para que se desviassem?

Encontramos a resposta na próxima frase: "Para tomar conselho, mas não de mim; e que se cobrem, com uma cobertura, mas não do meu espírito" (30:1). A frase "se cobrem, com uma cobertura" aqui significa que fazem seus próprios planos. Posto de maneira simples, Deus diz: "Meu povo já não Me consulta. Não Me buscam para receber direção e aconselhamento. Em vez disto, ependem do braço da carne. E cada vez que agem sem Me buscar, e vão ao mundo procurar ajuda, amontoam pecado sobre pecado. Deixaram de confiar no braço forte de Deus".

Hoje em dia, pensamos que rebeldia é se recusar a obedecer a palavra de Deus, e se voltar para as drogas, o álcool, a fornicação e outros pecados grosseiros. Mas a rebeldia a que Deus se refere aqui é muito mais dolorosa que estas coisas. O próprio povo do Senhor estava dizendo: "Não incomodemos Deus com isto; temos a sabedoria e a vontade para fazer por nós mesmos".
Entretanto, o povo de Deus sabia muito bem que devia confiar em Deus em qualquer situação, por mais insignificante que esta fosse. Os Salmos constantemente lhes recordavam isto: "Quão preciosa é, ó Deus, a tua benignidade, pelo que os filhos dos homens se abrigam à sombra das tuas asas" (Salmo 36:7). "...porque a minha alma confia em ti; e à sombra das tuas asas me abrigo..." (57:1). "Porque tu tens sido o meu auxílio; então, à sombra das tuas asas me regozijarei" (63:7).
Nosso Deus tem caminhos que vão além de nossos meios humanos. Seus planos podem parecer totalmente tolos aos olhos dos homens. Mas nosso Deus atua de modo sobrenatural através de nossa obediência à Sua palavra pela fé: "E fez Davi como Deus lhe ordenara; e feriram o exército dos filisteus desde Gibeom até Gezer" (14:16).
E o seu lar? A sua casa é uma habitação calma, de paz? Ou é um lugar de dúvida, questionamento, ansiedade, inquietação? Você corre pra lá e pra cá, temendo: "Como vou pagar as contas?".

Quando os problemas vêm, você busca Deus diligentemente antes de qualquer outra fonte? A seguir, você obedece tudo que Ele lhe diz para fazer? Por fim, você fica calmo, tranqüilo, confiando nEle pelo resultado? Se está, seu lar deve ser um lar calmo e de paz.

"Bem aventurados todos os que nele (Senhor) esperam...tu não chorarás mais; certamente, (Ele) se compadecerá de ti, à voz do teu clamor...Quando te desviares para a direita e quando te desviares para a esquerda, os teus ouvidos ouvirão atrás de ti uma palavra, dizendo: Este é o caminho, andai por ele...Um cântico haverá entre vós...e alegria de coração" (Isaías 30: 18-19, 21, 29). Isaías estava dizendo: "Se você simplesmente esperar no Senhor - se invocá-Lo novamente, e voltar a confiar nEle - Ele fará por você tudo o que eu disse e ainda mais".

Deus pode simplesmente proferir uma palavra e o inimigo irá tremer diante de nós: "Porque com a voz do Senhor será apavorada a Assíria" ( 30:31). Amado, não há assunto que nosso Pai não possa resolver, nenhuma batalha que Ele não possa vencer por nós, com uma simples palavra de Seus lábios. Isaías diz: "o assopro do Senhor" consumirá tudo que aparecer em nosso caminho (v.30:33).

Sim, querido santo - Ele quer tudo: sua saúde, sua família, seu futuro. Ele quer que você confie nEle em todas as áreas. E quer que você viva em tranqüilidade, confiança e descanso.

Então vá para o seu lugar secreto e fique sozinho com o Senhor. Leve tudo a Ele. Ele promete: "Você irá ouvir a Minha voz atrás de ti, dizendo que caminho tomar. O caminho é esse - agora, ande nele".

Nenhum comentário:

Postar um comentário