terça-feira, 4 de outubro de 2011

POSSO FICAR?

Os jovens e seus desafios...


Ficar
“Ficar” é uma prática mais recente. Quem “fica” não está preocupado com os sentimentos e pureza do outro. É um passatempo perigoso e muito prejudicial. Os rapazes e moças que se dão à está prática, vivem motivados pela expectativa de um novo encontro, de uma nova aventura. É comum a prática de beijos na boca, abraços aconchegantes e algo mais... Enfim, isto não é coisa de cristãos sinceros. É comportamento de quem não tem compromisso com verdade e nem temor de Deus. Geralmente, aqueles que são habituados a “ficarem” o fazem sem nenhum respeito, motivados pelo prazer e a luxúria. Atenção moças” Fujam destas coisas. Suas vidas são muito preciosas para estragá-las por alguns momentos de prazer. Respeite-se e imponha respeito. Um rapaz ou moça que só querem “ficar” não meercem confiança.

Namorar
É a primeira fase para o casamento. Os jovens cristãos só deverão namorar quando tiverem idade suficiente e competencia para o casamento. A idade ideal para uma moça namorar é a partir dos dezesseis anos e o rapaz a partir dos dezoito. O namoro é um periodo muito importante, pois ambos tem a oportunidade de trocar idéias, de descobrirem se tem objetivos em comum e se se amam o suficiente para uma decisão mais séria. O carinho pode ser praticado dentro das normas de respeito e dominío próprio. Nunca brinquem com a “carne”. Toda carne é fraca. Pv. 6: 27. Evitem andar a sós de carro ou moto, deitar no colo, dormir juntos, intimidades sexuais. O manuseio das partes íntimas entre casais solteiros se constituem pecado de fornicação.

Ao procurar um rapaz a moça deverá observar:
Se ele é bom filho;
Se a ama suficientemente;
Se não é desleixado;
Se é trabalhador;
Se é honesto;
Se é fiel a Deus;
Se não é viciado;
Se é respeitador;
Se tem propósitos claros definidos na vida;
Se é fiel a Deus.

Noivar e Casar
O noivado é a segunda fase para o casamento. Não se deve ser duradouro e nem de curta duração. Um noivado muito prolongado deixa o casal com muita liberdade. Torna-se rotineiro. Já que ambos chegaram a conclusão que devem se casar, a data deverá ser marcada pelo noivo juntamente com os pais da noiva. Cabe a ele, a construção, aluguel ou aquisição da casa própria. Mobiliario, confecção dos convites do casamento, Juntamente com a noiva: Compra das alianças, despesas com lua de mel, e dividir com o pai da noiva as despesas da festa. Já a noiva será responsável por: Enxoval completo, decoração da igreja e organização da cerimõnia do casamento.

Alguns erros que os noivos podem cometer :
Ø Achar que podem “conhecer-se” melhor já que vão se casar.
Ø Adquirir propriedades em sociedade antes do casamento.
Ø Um considerar que pode exercer autoridade sobre o outro
Ø Usarem de muita liberdade um com outro
Ø Evitar o casamento com a desculpa que tem que se formar primeiro ou constituir casa própria.

Atenção meninas!
Não se case por causa da beleza, para fugir da solidão, sem amor, por vingança, por piedade, por dinheiro, com julgo desigual, com diferença muito grande de idade, com desnível cultural ou com profissão de fé diferente.
Casamento é coisa muito séria. Não vale a pena se aventurar. Muitos casais se separam exatamente por não buscarem a Deus com seriedade e nem submeterem à sua Palavra. Mt. 19: 3-6

Créditos:Pr. Valdemir Campos Rocha

Nenhum comentário:

Postar um comentário